Painel informativo.

- TRÊS VEZES ADMIRÁVEL pela grandeza de sua posição junto à Trindade, como filha predileta do Pai, Mãe do Filho e Esposa do Espírito Santo. Também por ser Mãe de Deus, Mãe do Redentor e Mãe dos Remidos.'

MISTERIOS DE

O Santo Rosário compreende a meditação dos vinte mistérios da Fé Católica, divididos em quatro grupos de cinco mistérios - denominados Terço - e nos leva diariamente ao estudo e meditação profunda da Palavra Sagrada da Bíblia e das passagens mais importantes do Evangelho. Aos mistérios originais, recentemente o Papa João Paulo II instituiu novas meditações, sendo que os mistérios do Santo Rosário são:
Mistérios Gozosos - Natalidade e crescimento de Jesus
Mistérios Dolorosos - Agonia, sofrimento e morte: Amor aos pecadores
Mistérios Gloriosos - Vitória, Salvação, Proteção
Mistérios Luminosos - A humildade, os milagres e o eterno Amor

VOCÊ É ESPECIAL!

Pesquisar neste blog

ORAÇÃO OFICIAL DO TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA





Comentário do Evangelho

A palavra encorajadora de Jesus
 
O tema principal é a perseguição que os discípulos sofrem e, aqui, muito provavelmente da parte da sinagoga. No relato do envio dos setenta e dois discípulos, Jesus alerta: “Eis que eu vos envio como cordeiro entre lobos” (Lc 10,3). O prólogo do evangelho de João já antecipa o tema da perseguição e da rejeição: “… a luz brilha nas trevas, mas as trevas não a apreenderam” (1,5); “ele estava no mundo e o mundo foi feito por meio dele, mas o mundo não o reconheceu” (v. 10). No diálogo catequético-batismal com Nicodemos, o tema da rejeição também aparece: “… a luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque as suas obras eram más” (3,19). Neste pano de fundo, a palavra de encorajamento de Jesus ganha ainda mais força: “Se o mundo vos odeia, sabei que primeiro odiou a mim” (v. 18). O discípulo é chamado a configurar a sua vida à vida do seu Senhor e encontrar nele e por ele a força para enfrentar e não sucumbir diante da perseguição. As razões da perseguição são a ignorância e a falta de fé: não conhecem Aquele que enviou Jesus (cf. v. 21).

 Carlos Alberto Contieri.