Painel informativo.

- TRÊS VEZES ADMIRÁVEL pela grandeza de sua posição junto à Trindade, como filha predileta do Pai, Mãe do Filho e Esposa do Espírito Santo. Também por ser Mãe de Deus, Mãe do Redentor e Mãe dos Remidos.'

MISTERIOS DE

O Santo Rosário compreende a meditação dos vinte mistérios da Fé Católica, divididos em quatro grupos de cinco mistérios - denominados Terço - e nos leva diariamente ao estudo e meditação profunda da Palavra Sagrada da Bíblia e das passagens mais importantes do Evangelho. Aos mistérios originais, recentemente o Papa João Paulo II instituiu novas meditações, sendo que os mistérios do Santo Rosário são:
Mistérios Gozosos - Natalidade e crescimento de Jesus
Mistérios Dolorosos - Agonia, sofrimento e morte: Amor aos pecadores
Mistérios Gloriosos - Vitória, Salvação, Proteção
Mistérios Luminosos - A humildade, os milagres e o eterno Amor

VOCÊ É ESPECIAL!

Pesquisar neste blog

ORAÇÃO OFICIAL DO TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA





HOJE SÁBADO MEDITAMOS OS MISTÉRIOS G0Z0S0S


MISTÉRIOS G0Z0S0S - ( Natalidade e crescimento de Jesus )

1º MISTÉRIO: ANUNCIAÇÃO – O ANJO ANUNCIA A MARIA QUE ELA SERÁ MÃE DO FILHO DE DEUS – O SIM..
2º MISTÉRIO: MARIA VISITA SUA PRIMA IZABEL IDOSA QUE ESTAVA GRÁVIDA DE JOÃO BATISTA – ANUNCIANDO A BOA-NOVA...
3º MISTÉRIO: JESUS NASCE EM UMA GRUTA, EM BELÉM.
4º MISTÉRIO: APRESENTAÇÃO DE JESUS AO TEMPLO
5º MISTÉRIO: A PERDA E O REENCONTRO DE JESUS EM JERUSALÉM

Liturgia Diária

Primeira leitura (1º Pedro 4,7-13)
Primeira leitura (2º Crônicas 24,17-25)
Salmo (Salmos 88)
Evangelho (Mateus 6,24-34)

Evangelho (Mateus 6,24-34)

 
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 24“Ninguém pode servir a dois senhores: pois, ou odiará um e amará o outro, ou será fiel a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.
25Por isso eu vos digo: não vos preocupeis com a vossa vida, com o que havereis de comer ou beber; nem com vosso corpo, com o que havereis de vestir. Afinal a vida não vale mais do que o alimento, e o corpo, mais do que a roupa? 26Olhai os pássaros dos céus: eles não semeiam, não colhem, nem ajuntam em armazéns. No entanto, vosso Pai que está nos céus os alimenta. Vós não valeis mais do que os pássaros?
27Quem de nós pode prolongar a duração da própria vida, só pelo fato de se preocupar com isso? 28E por que ficais preocupados com a roupa? Olhai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham nem fiam. 29Porém, eu vos digo: nem o rei Salomão, em toda a sua glória, jamais se vestiu como um deles. 30Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é queimada no forno, não fará ele muito mais por vós, gente de pouca fé?
31Portanto, não vos preocupeis, dizendo: Que vamos comer? Que vamos beber? Como vamos nos vestir? 32Os pagãos é que procuram essas coisas. Vosso Pai, que está nos céus, sabe que precisais de tudo isso. 33Pelo contrário, buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo. 34Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã terá suas preocupações! Para cada dia, bastam seus próprios problemas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

O projeto de Deus

Dando sequência à denúncia da ambição, Jesus faz a contraposição entre o projeto de Deus e o projeto de enriquecimento pessoal. O destinatário do nosso serviço é o destinatário do nosso amor. Quem serve a Deus ama a Deus. Quem serve ao dinheiro ama o dinheiro. Servir a Deus é servir à causa da vida, em comunhão de amor com os irmãos, particularmente os mais necessitados. Servir ao dinheiro é consumir-se em preocupações sobre como aumentar suas riquezas e mantê-las. Quem serve ao dinheiro está consolidando esta estrutura socioeconômica que favorece o enriquecimento de minorias, às custas da exploração das maiorias empobrecidas, os trabalhadores, que produzem os bens, e os consumidores.
A bem-aventurança da pobreza conduz à paz, no abandono nas mãos de Deus, como os pássaros do céu ou os lírios dos campos.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: São José Cafasso

O santo de hoje nasceu em Castelnuevo, Itália, no ano de 1811, onde também nasceu o grande São João Bosco. José Cafasso, desde criança, sentiu-se chamado ao sacerdócio, que foi se tornando cada vez mais forte no decorrer de sua vida com Deus.

Assim, entrou para a formação sacerdotal e se tornou padre aos 23 anos, destacando-se no meio de tantos por seu amor aos pobres e zelo pela salvação das almas. Depois de comprovado e dedicado trabalho na Igreja de São Francisco em Turim, José assumiu, com toda sua bagagem de pregador, confessor e iluminado diretor espiritual, a função de reitor e formador de novos sacerdotes.

Dom Bosco foi um dos vocacionados que desfrutou das formações e aconselhamentos deste santo, pois como um sacerdote sintonizado ao coração do Cristo Pastor, sabia muito bem colocar sua cultura eclesiástica, dons e carismas a serviço da salvação do próximo.

Dentre tantos ofícios assumidos por este homem incansável, que foi para o Céu em 1860, despontou José Cafasso na evangelização dos condenados à forca, tanto assim que ficou conhecido com o "Santo da Forca".

São José Cafasso, rogai por nós!

HOJE SEXTA-FEIRA MEDITAMOS OS MISTÉRIOS DOLOROSOS


1º MISTÉRIO: A AGONIA DE JESUS (Gêtsemani: vigilância, intercessão, oração)
2º MISTÉRIO: A FLAGELAÇÃO DE JESUS ATADO A UMA COLUNA
3º MISTÉRIO: A COROAÇÃO DE ESPINHOS
4º MISTÉRIO: JESUS CARREGA A CRUZ ATÉ O CALVÁRIO
5º MISTÉRIO: JESUS MORRE NA CRUZ

Liturgia Diária

Primeira leitura (1º Pedro 4,7-13)
Primeira leitura (2º Reis 11,1-4.9-18.20)
Salmo (Salmos 131)
Evangelho (Mateus 6,19-23)

Evangelho (Mateus 6,19-23)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 19“Não junteis tesouros aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e os ladrões assaltam e roubam. 20Ao contrário, juntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça e a ferrugem destroem, nem os ladrões assaltam e roubam. 21Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.
22O olho é a lâmpada do corpo. Se o teu olho é sadio, todo o teu corpo ficará iluminado. 23Se o teu olho está doente, todo o corpo ficará na escuridão. Ora, se a luz que existe em ti é escuridão, como será grande a escuridão.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Advertência sobre a ambição da riqueza
 
Após os textos sobre a esmola, o jejum e a oração, no Sermão da Montanha, seguem-se as palavras de advertência sobre a ambição da riqueza. O evangelho de Lucas é o que mais aprofunda e denuncia o contraste entre a riqueza e a pobreza. Em Mateus o tema da riqueza só é abordado nesta parte do Sermão da Montanha e no episódio do homem rico que rejeita o seguimento de Jesus
Na sociedade de classes, a riqueza é tida como critério de valor. Tal concepção tem seu fundamento na doutrina da retribuição que aflora no Primeiro Testamento. Segunda ela, Deus recompensaria os justos com riquezas e castigaria os maus com privações e sofrimentos. É o uso da religião para respaldar a acumulação de bens. Jesus descarta tal doutrina de origem judaica que inspira o capitalismo.
A ambição tem raízes no coração: "Onde estiver o teu tesouro, aí estará também teu coração". Um coração ansioso pela riqueza corrupta e corruptível corrompe-se também.
No olho pode-se perceber um reflexo do coração. O olho simples e luminoso exprime um coração generoso que transborda para a vida. O olho ruim e de trevas exprime um coração mesquinho que, fechado sobre si mesmo, rejeita a vida.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: Santos João Fischer e Tomás More

João Fischer era inglês, chamado por Deus à vida sacerdotal. Fez uma linda caminhada acadêmica até chegar a ser Arcebispo de Rochester.

Foi um homem de grande influência intelectual, cultural e religiosa a partir do seu testemunho. Ele não se vendia: diante do contexto das confusões da Reforma ele já havia se declarado contra. Também escreveu e defendeu a fé católica.

Henrique VIII, por causa de um envolvimento com uma amante, quis que a Igreja declarasse nulo seu casamento. Mas, ao ser analisado pelo Bispo de Rochester, viu-se que não era o caso. Mas com insistência e imposição, Henrique VIII se "auto-declarou" chefe da Igreja da Inglaterra.

Em meio às confusões religiosas e políticas, o testemunho de Fischer indicou a verdade, que nem sempre é acolhida. O Papa já havia escolhido ele para Cardeal, mas Henrique VIII o condenou à morte.

E ao ser apresentado para o martírio, São João Fischer deixou claro que era pela fé da Igreja Católica e de Cristo que ele estava ali. E seu sangue foi derramado em 1535.

No mesmo ano, Tomás More, pai de família e de grande influência no meio universitário, era chanceler do rei, mas não se vendeu diante do ato de supremacia de Henrique VIII. Também foi martirizado. Era leal ao rei, mas acima de tudo a Deus. Em 1535 Tomás More foi decapitado.

Em meio às confusões, o testemunho faz a diferença.

Santos João Fischer e Tomás More, rogai por nós!

ORAÇÂO


Porcino Fernandes da Costa Segundo

MÃE RAINHA TRÊS VEZES ADMIRÁVEL pela grandeza de sua posição junto à Trindade, como filha predileta do Pai, mãe do Filho e esposa do Espírito Santo. Também por ser Mãe de Deus, Mãe do Redentor e Mãe dos Remidos. Rogamos a ti Mãe pelo teu filho PORCINO FERNANDES para que não permitas que nem um mal te aconteça e tocai com o vosso manto os corações daqueles que impedem a sua volta!

Confio em teu poder
e em tua bondade.
Em ti, confio com filialidade.
Confio cegamente em toda a situação,
Mãe, no teu Filho e em
tua admirável proteção. Amém.

CONCESSÃO DA COMENDA IRMÃ APARECIDA



             Foi realizado no período de 16 a 18 de junho  o Tríduo em comemoração aos 25 anos do movimento na Diocese de Mossoró-RN. Nas festividades foi concedida a comenda Irmã Aparecida, nesta ocasião, a pessoas religiosas e leigas, que juntas, inicialmente lançam as pedras essenciais e fundamentais dessa história.

              Este movimento que há 25 anos representava uma semente divina lançada nesta terra de Santa Luzia, por pessoas que foram tocadas pelas graças da Mãe Rainha, hoje é uma realidade admirável, envolvente e gratificante.
              Mesmo, ainda muito jovem, 25 anos apenas, a expansão deste movimento vem ligando pessoas, grupos e comunidades na aliança do amor à Maria e pela força da oração. As ramificações que vêm se sedimentando pela congregação dos devotos, confirmam e grandeza da presença espiritual de Maria Santíssima na vida de todos os que nela acreditam, Esta é a explicação que temos para justificar a abrangência, deste movimento em várias comunidades de Mossoró e municípios da Jurisdição da Diocese de Santa Luzia, envolvidas na peregrinação do Santuário, nas famílias, para visitas e orações diárias. Essa peregrinação foi o primeiro passo de sua implantação, que se fortalecendo, atraiu os homens para a reza do terço em conjunto. Assim, organizados em grupos e tendo as portas abertas das capelas, igrejas e matrizes encontram-se com a Mãe rainha uma vez por semana. O Terço dos homens representa mais um dos pilares do movimento apostólico de Schoenstatt. Na gradatividade do seu crescimento, um novo ramo está se consolidando a Liga de famílias, como o próprio nome já expressa, objetiva a ligação, a união e o fortalecimento das famílias cristãs no contexto atual. A base desse ramo é a reflexão sobre os problemas que envolvem pais e filhos, cujas soluções podem estar na capacidade de amar e conviver na paz, guiando-se pelos exemplos da Sagrada Família de Nazaré, às vezes, nem sempre, observados pela maioria das famílias.
              Em toda a sua história, de 25 anos, o movimento da Mãe Rainha necessitou de braços para a sua messe. Designados pela força da fé e liderança entre os fiéis, foram surgindo pessoas, como enviadas pela providência divina para semearem, entre nós, palavras, ideias e exemplos do amor e devoção à Mãe de Deus. São inúmeras pessoas que se doaram e se doam a esta causa, uma dessas, já foi chamada de volta à casa do Pai. Por sua fé, dedicação e firmeza tornou-se o ícone do movimento de Mãe Rainha, nesta Diocese, em particular, nesta casa. Estamos nos referindo a inesquecível Irmã Aparecida. Cada pessoa que conviveu com ela, guarda consigo uma lembrança, um gesto, um exemplo dessa autêntica mulher que além de ter dedicado toda a sua vida à igreja, como freira, da Congregação Franciscana Hospitaleira da Imaculada Conceição, foi a força humana e espiritual deste movimento apostólico de Schoenstatt entre nós.
              Como reconhecimento ao seu trabalho, dedicação e liderança, a coordenação atual, instala, nesta data, como homenagem póstuma, a comenda Irmã Aparecida, com o objetivo de torná-la inesquecível para todos os que integram o movimento de Mãe Rainha na Diocese de Mossoró.
             Esta concessão terá continuidade a cada ano, para outras pessoas como reconhecimento pelas ações realizadas em prol do movimento.
              A partir de agora, procederemos à concessão da comenda irmã Aparecida. Iniciaremos pela Congregação Franciscana Hospitaleira da Imaculada da Conceição, Instituição religiosa a qual a Irmã Letícia Rodrigues Duarte pertenceu do seu ingresso ao convento até a sua morte. Congregação que a acolheu, preparou a para vida de oração, de trabalho e missão, sempre aprovou, apoiou e estimulou a participação e ação da Irmã Aparecida no movimento da Mãe Rainha. O povo de Maria num gesto de agradecimento e reconhecimento convida a Irmã Lucilene Luciene Alves, aqui representando a congregação, para receber a Comenda Irmã Aparecida.  
              Está registrado, que o primeiro abrigo espiritual do movimento foi o Colégio Sagrado Coração de Maria, em segundo foi o Santuário do Coração de Jesus. Em julho de 1993 o Padre Sátiro concedeu a Capela de São Vicente para ser a sede do movimento, comsua sabedoria e sendo conhecedor da história do Padre José Kentenich, fundador do movimento apostólico de Schenstatt; acolheu o santuário, dando-lhe honras e glórias por sua chegada, sabendo que a presença da Mãe peregrina ia ampliar a história da religiosidade do povo mossoroense. Pela concretização de suas previsões, pelo acolhimento e apoio religioso, naquele momento inicial e até hoje, como fiel servo desta diocese, convidamos o Padre Sátiro Cavalcanti Dantas para receber a Comenda Irmã Aparecida.
              Num contexto mais amplo, o movimento de Schoenstatt necessitava da filiação da Diocese para se estabelecer e ser reconhecido pelo povo como um movimento religioso de grandeza, nascido na Alemanha e que se propagava pelo mundo. A Diocese de Santa Luzia de Mossoró declarou seu apoio irrestrito, proporcionando-lhe a força institucional necessária. Convidamos o Padre Walter Collini, como pároco da Catedral de Santa Luzia para receber a Comenda Irmã Aparecida, como agradecimento ao apoio dado ao movimento pela Diocese de Mossoró.
              Antes mesmo da consolidação do movimento de Schoenstatt em Mossoró, uma jovem simples desta comunidade foi despertada na fé, por uma graça alcançada. Sentindo-se ouvida e atendida em seu pedido, dá o testemunho de agradecimento a Mãe Rainha, iniciando a reza do terço, em sua casa, com os vizinhos e se prontificava de rezar em outras casas, conduzindo sempre o pequeno santuário que recebeu do Padre Miguel, para iniciar a peregrinação. Este testemunho particular proporcionou o primeiro contato de muitas pessoas, desta cidade, com o Santuário de Mãe peregrina. Por sua fé, sua devoção, sua simplicidade e iniciativa de conduzir a Mãe Rainha a várias casas, iniciando a peregrinação do Santuário, convidamos a Senhora Maria Maia para receber a Comenda Irmã Aparecida, como agradecimento e reconhecimento pela semente de amor à Mãe de Deus, semeada por ela entre familiares e amigos.
              Necessitando de um espaço próprio para congregar os primeiros grupos de missionários que atuaram com a peregrinação do Santuário, o Monsenhor Hamilcar foi por Deus envolvido no movimento. Sendo detentor de prestígio, nacional e internacional, conseguiu ajuda financeira da Alemanha, destinando-a  à construção desta casa que completa, hoje, seus 10 anos de inauguração. Como bom pastor da Igreja de Cristo presenteou os devotos da Mãe Rainha, com seu abrigo próprio, seu porto seguro, esta casa. Por seu gesto protetor, convidamos o Monsenhor Hamilcar Mota da Silveira para receber a comenda Irmã Aparecida como agradecimento e reconhecimento de suas ações pastorais.
                            Instalado o movimento apostólico de Schoenstatt em Mossoró, no ano de 1987 (hoje, com 25 anos), construída, inaugurada e em funcionamento, a casa de Mãe Rainha em 2002, e instalado o Terço dos homens em 2003, os grupos atuantes na peregrinação, tiveram espaço e apoio espiritual. Necessitava melhorar a organização e funcionamento do movimento, indispensável ao seu próprio crescimento, algo que vem se tornando possível com a participação de toda comunidade. Ao longo de sua caminhada muitas pessoas, amigos e devotos da Mãe Rainha colaboraram e colaboram, permanentemente, com esta obra, o que tornou possível a melhoria da capela, com: forro, iluminação, bancos de madeira, objetos sacros, vestuários para as celebrações, aquisição e instalação do equipamento de som e ventiladores, construção do Espaço Mãe Peregrina e da cozinha com todo seu equipamento necessário.
              Nesta ocasião, a coordenação atual do movimento concede a Comenda Irmã Aparecida aos colaboradores mais antigos, representando todos aqueles que atuaram na fase inicial do movimento, como agradecimento e reconhecimento pela participação, doação e ação dedicadas à obra da Mãe Rainha, pedindo-lhes que continuem ajudando a esta casa para a continuidade dos trabalhos. Já foi iniciada e paralisada a construção dos banheiros por falta de recursos.

             A Comenda Irmã Aparecida foi concedida a: 
·         A Sra. Irma Zelândia
representada por Irmã Lucilene Luciene Alves
·         O senhor Antônio Gonzaga Chimbinho representado pelo Sr. Thiago Capistrano Gonzaga
·         Padre Walter Collini
·        Monsenhor Hamilcar Mota da Silveira não houve representação
·         A senhora Edy Lima Moura  representada por  Maria de Fátima Medeiros
·         A senhora Ivete Medeiros
·         A senhora Maria Menezes
·         O casal Maria Fernandes e Francisco Felizardo
·         O casal Maria das Dores e João Meira
·         Tereza Frota, em memória, não houve representação
·         Neide Pontes Duarte, representada por Maria do Socorro Duarte dos Reis.
   
Mossoró, 18 de Junho de 2012
Coordenação Diocesana.
Veja as fotos:

HOJE QUINTA-FEIRA MEDITAMOS OS MISTÉRIOS LUMINOSOS


A humildade, os milagres e o eterno Amor


1º MISTÉRIO: O BATISMO DE JESUS
2º MISTÉRIO: A AUTO-REVELAÇÃO DE JESUS NAS BODAS DE CANÁ
3º MISTÉRIO: O ANÚNCIO DO REINO DE DEUS
4º MISTÉRIO: A TRANSFIGURAÇÃO
5º MISTÉRIO: A INSTITUIÇÃO DA ESUCARISTIA

Liturgia Diária

Primeira leitura (1º Pedro 4,7-13)
Primeira leitura (Eclesiástico 48,1-15)
Salmo (Salmos 96)
Evangelho (Mateus 6,7-15)

Evangelho (Mateus 6,7-15)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos. Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras. 8Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais. 9Vós deveis rezar assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus.
11O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. 12Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. 13E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal. 14De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. 15Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Atitude filial diante de Deus Pai

Mateus insere as instruções de Jesus sobre a oração no Sermão da Montanha. Neste Sermão temos um convite à conversão, a uma mudança de vida. A proposta de mudança ameaça nossa identidade. Por insegurança, a ela resistimos. Aceitar o convite de Jesus à conversão supõe a ousadia de lançarmo-nos, em oração, nos braços do Pai.
Na oração não vamos nos deter na multiplicidade de nossas necessidades. O centro da oração é a atitude filial diante de Deus Pai, o compromisso com a revelação de seu nome (sua própria pessoa), o engajamento com a instauração de seu Reino e a docilidade à sua vontade. Embora frágeis, temos a iniciativa pessoal de perdoar, o que nos habilita a pedir o perdão. Mas, nesta mesma fragilidade, necessitamos de pedir a ajuda em vencer as seduções deste mundo (tentações) e pedir o afastamento do maligno. Pela oração fazemos nossas as opções de Jesus nas tentações, logo após seu batismo.

José Raimundo Oliva


A igreja celebra hoje: São Luís Gonzaga

Considerado o "Patrono da Juventude", São Luís Gonzaga nasceu no ano de 1568 na Corte de Castiglione. Recebeu por parte de sua mãe a formação cristã. Já seu pai o motivava a ser príncipe. Sua família tinha muitas posses mas, graças ao amor de Deus, Luís - desde cedo - deixou-se possuir por esse amor.

Deixar-se amar por Deus é fonte de santidade.

Com dez anos de idade, na corte, frequentando aqueles meios, dava ali testemunho do Evangelho e se consagrou a Nossa Senhora. Ali descobriu seu chamado à vida religiosa e queria ser padre. Seu pai, ao saber disso, o levava para festas mundanas, na tentativa de fazê-lo desistir de sua vocação.

Entrou para a Companhia de Jesus onde viveu durante seis anos.

Com pouco mais de vinte anos, faleceu de uma peste que havia se espalhado em Roma.

São Luís Gonzaga, rogai por nós!










A DIOCESE DE SANTA LUZIA DE MOSSORÓ-RN COMEMORA

25 ANOS DO MOVIMENTO APOSTÓLICO DE SCHOENSTATT
10 ANOS DA CONSTRUÇÃO DA CASA DA MÃE RAINHA E
09 ANOS DO TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA.

O POETA DO TERÇO  "LEANDRO JOSÉ" FAZ UMA BELA HOMENAGEM
EM FORMA DE POESIA.


 
Que bom acolher a todos
Nesta bendita Comemoração
na Casa da Mãe rainha
com Fé e Devoção
conseguimos chegar a Deus
por meio da Oração.


Hoje comemoramos
25 anos do Movimento
Mãe Rainha que nos ampara
em meio a todo sofrimento
prova ao longo desses anos
está conosco em todo momento.


E aqui na Diocese
há 25 anos atrás
a Senhora Maria Maia Leite
esforçou-se até demais
formando quatro grupos
na busca dessa paz.


Assim no ano seguinte
houve a consolidação
Quando Irmã Aparecida
assumiu a Coordenação
foi aí que a semente
foi lançada ao chão.


E hoje quantas graças
vem sendo testemunhada
10 anos que a Casa
Mãe Rainha foi fundada
esse é um dos frutos
das sementes que foi lançada.


E não para por aí
Mãe rainha quer muito mais
Foi aí que aconteceu
a 9 anos atrás
o Terço dos Homens surgiu
calando a boca de Satanás.


E assim como Padre Crisanto
falou na reflexão
o terço dos Homens surgiu
como uma grande explosão
usando o terço como arma
para atingir o coração.


É queridos irmãos
temos muito o que comemorar
Mãe rainha deseja apenas
que possamos acreditar
que Cristo venceu a cruz
para poder nos salvar.


Por isso vamos renovar
a nossa Aliança
sinal que acreditamos
com toda confiança
Que Jesus ressuscitou
para ser nossa esperança.


Obrigado a você que veio
e defende essa verdade
que a Aliança de Amor
seja com sinceridade
que na vida que se encerra
seja feito aqui na Terra
e selada na Eternidade.


Leandro José
Autor

HOJE QUARTA-FEIRA MEDITAMOS OS MISTÉRIOS GLORIOSOS

OS MISTÉRIOS GLORIOSOS - ( Vitória, Salvação, Proteção )


1º MISTÉRIO: A RESSURREIÇÃO DE JESUS
2º MISTÉRIO: A ASCENÇÃO DO SENHOR
3º MISTÉRIO: A DESCIDA DO ESPÍRITO SANTO SOBRE OS APÓSTOLOS
4º MISTÉRIO: A ASSUNÇÃO DE MARIA AO CÉU
5º MISTÉRIO: A COROAÇÃO DE MARIA POR JESUS E OS ANJOS (A serva fiel de Deus tornou-se Rainha)

Liturgia Diária

Primeira leitura (1º Pedro 4,7-13)
Primeira leitura (2º Reis 2,1.6-14)
Salmo (Salmos 30)
Evangelho (Mateus 6,1-6.16-18)

Evangelho (Mateus 6,1-6.16-18)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus.
2Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa.
3Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4de modo que, a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará recompensa.
5Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar em pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade, vos digo: eles já receberam a sua recompensa.
6Ao contrário, quando tu orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa.
16Quando jejuardes, não fi­queis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade, vos digo: Eles já receberam a sua recompensa.
17Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18para que os homens não vejam que estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Hipocrisia e a omissão X sinceridade e compromisso

Temos aqui, neste expressivo texto de Mateus, no Sermão da Montanha, as advertências de Jesus quanto às obras de piedade tradicionais do judaísmo. Jesus contrapõe a hipocrisia e a omissão, que ofendem a Deus, à sinceridade e ao compromisso. Estão em foco as três obras de piedade fundamentais da religião de Israel: a esmola, a oração e o jejum. O que devia ser um sincero compromisso com o próximo e com Deus, passa a ser atos de mera aparência em vista de esconder-se atrás de louvores para praticar suas fraudes contra o povo.
A verdadeira comunhão com o Pai se faz, com humildade, na renúncia ao supérfluo do consumo, na partilha com os pobres e excluídos e na oração que é o fazer a vontade de Deus.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: Bem-aventuradas Teresa, Mafalda e Sancha

Teresa, Mafalda e Sancha, filhas de Dom Sancho I e da Rainha Dulce, eram portuguesas.

Teresa, a primogênita, nasceu em 1177.
Desde de cedo, muito bem educada, sentiu o chamado à vida religiosa, mas conforme o costume do tempo, acabou sendo dada em casamento com o Rei Afonso e tornou-se Rainha de Lion. Por diversos motivos o casamento foi nulo. Ela voltou pra casa e entrou para a vida religiosa. Afonso não gostou e armou uma guerra contra o pai de Teresa e contra Portugal. Ela, já no convento, consumiu-se na intercessão. Um exemplo a seguir de despojamento e de busca da vontade de Deus.

Mafalda teve momentos parecidos com o de Teresa. Casou com Henrique I, mas este faleceu e ela retornou para casa, despojando-se de seus bens e entrando para a vida religiosa.
Viveu a total dependência de Deus.

Sancha: uma jovem que não se casou como acontecera com suas irmãs. Fundou um convento da Ordem Cisterciense em Coimbra, onde viveu as regras com fidelidade até sua morte.

No ano de 1705, as três irmãs portuguesas foram beatificadas.

Que sigamos o exemplo dessas mulheres de oração, que buscaram a vontade de Deus.

Bem-aventuradas Teresa, Mafalda e Sancha, rogai por nós!

HOJE TERÇA-FEIRA MEDITAMOS OS MISTÉRIOS DOLOROSOS



1º MISTÉRIO: A AGONIA DE JESUS (Gêtsemani: vigilância, intercessão, oração)
2º MISTÉRIO: A FLAGELAÇÃO DE JESUS ATADO A UMA COLUNA
3º MISTÉRIO: A COROAÇÃO DE ESPINHOS
4º MISTÉRIO: JESUS CARREGA A CRUZ ATÉ O CALVÁRIO
5º MISTÉRIO: JESUS MORRE NA CRUZ

Liturgia Diária

Primeira leitura (1º Pedro 4,7-13)
Primeira leitura (1º Reis 21,17-29)
Salmo (Salmos 50)
Evangelho (Mateus 5,43-48)

Evangelho (Mateus 5,43-48)

 
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43“Vós ouvis­tes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’ 44Eu, porém, vos digo: ‘Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem!’ 45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre os justos e injustos.
46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa? 47E se saudais somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? 48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Apelo de Jesus à conversão

A figura do inimigo esta profundamente enraizada na religião de Israel e são inúmeras as referências hostis aos inimigos no Antigo Testamento. As concepções de povo eleito e de terra prometida fundamentavam a histórica segregação e conflito com os demais povos. O próprio deus assumia o ódio aos inimigos e os destruía: "Se escutares fielmente a voz do anjo e fizeres tudo o que eu disser, então, serei inimigo dos teus inimigos e adversário dos teus adversários" (Ex 23,22); "Deus parte a cabeça dos seus inimigos e o cabeludo crânio do que anda nos seus próprios delitos" (Sl 68,22).
O apelo de Jesus à conversão tem o sentido tanto de mudança das referências religiosas da antiga tradição de Israel como dos sentimentos pessoais. A revelação do Deus Amor abre o caminho da perfeição a todos. A compreensão de que somos todos filhos do Deus Pai e Mãe e a percepção de que seu amor é sem limites levam à fraternidade universal, à solidariedade e à partilha, vivendo-se com alegria e tendo como meta a união e a Paz.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: São Romualdo

Nasceu em Ravena (Itália) no ano de 952. Deixou-se influenciar livremente numa vida distante do Evangelho. Sua juventude era feita de caça, exercícios bélicos e diversões. A diversão era o centro de sua vida. A vaidade era o seu deus. Uma vida sem sentido acompanhava aquele jovem.

Um acontecimento foi o ponto da "virada" em sua história: seu pai tinha um temperamento nervoso e matou, na presença de Romualdo, um inimigo pessoal. Foi nesta altura que Romualdo percebeu os caminhos e ambições que a sua família vivia, e começou a repensar sua história, ao ponto de se dirigir para uma alta montanha e lá conhecer um Mosteiro Beneditino, onde pediu acolhida para reflexão.

Ficou ali durante três anos e tornou-se monge. Saiu das vaidades do mundo e encontrou em Deus o sentido para tudo.

Deus quis dele ainda mais: fez dele fundador da Ordem Camaldulense, marcada pelo silêncio, pelo trabalho e pela penitência.

São Romualdo formou dois homens em sua Ordem que se tornaram Papas.

Com 75 anos, já estava consumido na vivência do carisma de sua Ordem. Viveu a radicalidade do Evangelho pela ação do Espírito Santo.

Peçamos a transformação de nosso coração e que Jesus seja o centro de nossa vida.

São Romualdo, rogai por nós!

HOJE SEGUNDA-FEIRA MEDITAMOS OS MISTÉRIOS G0Z0S0S


( Natalidade e crescimento de Jesus )

1º MISTÉRIO: ANUNCIAÇÃO – O ANJO ANUNCIA A MARIA QUE ELA SERÁ MÃE DO FILHO DE DEUS – O SIM..
2º MISTÉRIO: MARIA VISITA SUA PRIMA IZABEL IDOSA QUE ESTAVA GRÁVIDA DE JOÃO BATISTA – ANUNCIANDO A BOA-NOVA...
3º MISTÉRIO: JESUS NASCE EM UMA GRUTA, EM BELÉM.
4º MISTÉRIO: APRESENTAÇÃO DE JESUS AO TEMPLO
5º MISTÉRIO: A PERDA E O REENCONTRO DE JESUS EM JERUSALÉM

Liturgia Diária

Primeira leitura (1º Pedro 4,7-13)
Primeira leitura (1º Reis 21,1-16)
Salmo (Salmos 5)
Evangelho (Mateus 5,38-42)

Evangelho (Mateus 5,38-42)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 38“Ouvistes o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’ 39Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! 40Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto! 41Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele! 42Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Rompendo com a cadeia de violência

Na sequência da fala de Jesus, no Sermão da Montanha, Mateus insere uma série de seis antíteses, contrapondo o ensinamento de Jesus à doutrina tradicional dos escribas e fariseus. "Ouvistes o que foi dito... Eu, porém, vos digo...". Jesus vem revelar que qualquer doutrina ou lei só tem valor na medida em que contribua para a libertação e a promoção da vida.
No evangelho de hoje temos a quinta antítese. A lei do talião era a expressão do culto ao espírito vingativo e cruel, com a perpetuação da violência: a vingança exige "vida por vida, olho por olho, dente por dente, pé por pé, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe" (Ex 21,23-25)!
Jesus remove o mau espírito de vingança pela prática da bem-aventurança da mansidão. A contraposição à lei do talião é expressa, no evangelho, através de uma ênfase literária simbólica, "oferecer a outra face... dar também o manto... caminhar dois quilômetros...", o que significa: renunciar absolutamente a reagir à violência pela violência. Contudo, aquele que sofre a violência não deve se intimidar, e é até conveniente questionar o agente da violência, em vista de corrigi-lo, inclinando-o à conversão.
Rompendo com a cadeia de violência, o discípulo deve aplicar-se ao amor sem limites, na construção da paz.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: São Gregório Barbarigo

Nasceu em Veneza no ano de 1625 dentro de uma família nobre, que proporcionou a ele uma formação intelectual muito boa e também integral.

Ele conheceu o Cristianismo através do testemunho de sua família. Seguir a Cristo supõe renúncia, cruz, decisões grandes e pessoais.

No meio dos estudos ele se tornou um diplomata europeu e, ali, dava testemunho de Igreja e Cristianismo, mas dentro de si havia o chamado ao sacerdócio.

Deixou tudo: bens e carreira e foi ordenado sacerdote. Tornou-se cada vez mais um servo na Igreja e foi escolhido para ser assessor do Papa. Não demorou muito e ele foi ordenado Bispo de Bérgamo (onde fez um maravilhoso trabalho apostólico). Em seguida foi transferido para Pádua, onde cuidou principalmente da formação do Clero, para colocar em prática todas as decisões do Concilio de Trento.

Era um homem de oração. Não existirá um santo na Igreja que não tenha vivido seriamente a vida penitencial e a vida de oração.

São Gregório era um homem de grandes atividades, porque tinha grande intimidade com o Senhor. Tantos trabalhos teve que, com 72 anos, foi atestada a sua morte. Morreu de tanto trabalhar.

São Gregório Barbarigo, rogai por nós!

CARREATA COM A MÃE PEREGRINA.


Aconteceu na manhã de hoje a carreata com a imagem da Mãe Peregrina que saiu da Casa da Mãe Rainha, percorrendo as paróquias de São José, São Paulo, São João Batista, Nossa Senhora da Conceição, Capela de São Vicente e terminou na Catedral de Santa Luzia com a santa missa. Em clima de muita fé e devoção convidamos a todos para amanhã dia 18 de junho (segunda-feira)  participarem da Missa da Aliança de Amor às 19h na Casa da Mãe Rainha na rua Marechal Hermes 345, Mossoró/RN após a santa missa haverá um momento de convivência fraterna com vendas de várias comidas típicas. Desta forma encerraremos as comemorações dos 25 anos do Movimento Apostólico de Schoenstatt na Diocese de Mossoró, 10 anos da construção da Casa da Mãe Rainha e 9 anos do Terço do Homens.

Participe!
Você é um convidado especial.

HOJE DOMINGO MEDITAMOS OS MISTÉRIOS GLORIOSOS


OS MISTÉRIOS GLORIOSOS - ( Vitória, Salvação, Proteção )


1º MISTÉRIO: A RESSURREIÇÃO DE JESUS
2º MISTÉRIO: A ASCENÇÃO DO SENHOR
3º MISTÉRIO: A DESCIDA DO ESPÍRITO SANTO SOBRE OS APÓSTOLOS
4º MISTÉRIO: A ASSUNÇÃO DE MARIA AO CÉU
5º MISTÉRIO: A COROAÇÃO DE MARIA POR JESUS E OS ANJOS (A serva fiel de Deus tornou-se Rainha)

Liturgia Diária

Primeira leitura (1º Pedro 4,7-13)
Primeira leitura (Ezequiel 17,22-24)
Segunda leitura (2º Coríntios 5,6-10)
Salmo (Salmos 91)
Evangelho (Marcos 4,26-34)

Evangelho (Marcos 4,26-34)


O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo,
26Jesus disse à multidão: “O Reino de Deus é como quando alguém espalha a semente na terra.
27Ele vai dormir e acorda, noite e dia, e a semente vai germinando e crescendo, mas ele não sabe como isso acontece.
28A terra, por si mesma, produz o fruto: primeiro aparecem as folhas, depois vem a espiga e, por fim, os grãos que enchem a espiga.
29Quando as espigas estão maduras, o homem mete logo a foice, porque o tempo da colheita chegou”.
30E Jesus continuou: “Com que mais poderemos comparar o Reino de Deus? Que parábola usaremos para representá-lo?
31O Reino de Deus é como um grão de mostarda que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes da terra.
32Quando é semeado, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças, e estende ramos tão grandes, que os pássaros do céu podem abrigar-se à sua sombra”.
33Jesus anunciava a Palavra usando muitas parábolas como estas, conforme eles podiam compreender. 34E só lhes falava por meio de parábolas, mas, quando estava sozinho com os discípulos, explicava tudo.

- Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

O que parece insignificante pode conter a grandiosidade de Deus

Chama a atenção nas narrativas dos evangelhos a abundância de parábolas atribuídas a Jesus. As parábolas pertencem ao gênero da sabedoria e, a partir de situações comuns de vida, permitem que seja extraído um ensinamento ou uma motivação à ação. Particularmente, servem também para ilustrar os mistérios de Deus. Pela simplicidade das imagens usadas por elas, as parábolas têm um sentido didático de favorecer a compreensão da revelação de Deus. As parábolas utilizadas por Jesus, com um determinado sentido original, frequentemente foram, pelo processo histórico de transmissão, adaptadas às novas situações das comunidades.
Estas duas parábolas do evangelho de hoje são um estímulo e um fortalecimento da esperança nas comunidades. O lavrador aplica-se com esforços na semeadura e no cultivo de sua plantação. Porém, a vida que se desenvolve a partir da semente é obra de Deus. E uma insignificante semente já tem em si certa grandiosidade que é revelada com o decorrer do tempo.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: São Rainério

Nasceu em Pisa, Itália, no ano de 1118. O santo de hoje teve a graça de nascer em um lar cristão, porém, optou por uma vida no pecado e a consequência foi o vazio existencial. Providencialmente encontrou com Alberto de Córsega, uma grande testemunha em seu tempo, que deixara tudo por causa de Jesus.


Rainério se retirou por um tempo em penitência e nesse momento acontece seu chamado para deixar todos os seus bens. E ele o fez: foi para a Terra Santa, onde ficou muitos anos, visitando os lugares santos e sendo instrumento de conversão para muitos.


São Rainério, obediente a Deus, voltou para Pisa. Tornou-se monge e depois formador dos monges. Foi um apóstolo para o povo, consumindo-se pelo Evangelho, vindo a falecer em 1160.


São Rainério, rogai por nós!