Painel informativo.

- TRÊS VEZES ADMIRÁVEL pela grandeza de sua posição junto à Trindade, como filha predileta do Pai, Mãe do Filho e Esposa do Espírito Santo. Também por ser Mãe de Deus, Mãe do Redentor e Mãe dos Remidos.'

MISTERIOS DE

O Santo Rosário compreende a meditação dos vinte mistérios da Fé Católica, divididos em quatro grupos de cinco mistérios - denominados Terço - e nos leva diariamente ao estudo e meditação profunda da Palavra Sagrada da Bíblia e das passagens mais importantes do Evangelho. Aos mistérios originais, recentemente o Papa João Paulo II instituiu novas meditações, sendo que os mistérios do Santo Rosário são:
Mistérios Gozosos - Natalidade e crescimento de Jesus
Mistérios Dolorosos - Agonia, sofrimento e morte: Amor aos pecadores
Mistérios Gloriosos - Vitória, Salvação, Proteção
Mistérios Luminosos - A humildade, os milagres e o eterno Amor

VOCÊ É ESPECIAL!

Pesquisar neste blog

ORAÇÃO OFICIAL DO TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA





Evangelho (João 16,23b-28)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 23b“Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vo-la dará. 24Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis; para que a vossa alegria seja completa.
25Disse-vos estas coisas em linguagem figurativa. Vem a hora em que não vos falarei mais em figuras, mas claramente vos falarei do Pai. 26Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que vou pedir ao Pai por vós, 27pois o próprio Pai vos ama, porque vós me amastes e acreditastes que eu vim da parte de Deus. 28Eu saí do Pai e vim ao mundo; e novamente parto do mundo e vou para o Pai”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus ensina seus discípulos a orar

Jesus ensina seus discípulos a orarem em uma profundidade que completa a oração do Pai-Nosso, que encontramos nos Evangelhos de Mateus e Lucas. O pedir em nome de Jesus é pedir em união com ele. Esta união é completa a partir do dom do Espírito de amor, que revela o Pai e une o Pai e o Filho. Em Jesus, o Pai ama a humanidade, os homens e mulheres. A união com Jesus proporciona a experiência da união com o Pai. O pedir, a oração, é fundamentalmente uma união de vontade com Jesus e com o Pai, na unidade do amor. Jesus percorre o trajeto da assunção da humanidade em Deus. O prólogo do Evangelho de João delineia este trajeto. Jesus sai do Pai, vem ao mundo e volta ao Pai, e nele a humanidade é assumida no amor divino. Somos chamados a viver na presença de Deus, tão certa como a presença dos irmãos em comunidade. Aquele que é eterno e participa da eternidade está presente em nossas vidas. O Deus que nos ama conhece nossas necessidades. A oração em presença e união com Jesus, com ações de graças, é fonte de alegria e paz.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: Santo Isidoro

O santo de hoje nasceu em Madri, Espanha, no ano de 1030.

Ele era lavrador, um camponês. Vocacionado ao matrimônio casou-se com Maria Turíbia e tiveram um filho, o qual perderam ainda cedo.

Vida difícil e sacrificante, Isidoro santificou-se ao aprender a mística de aceitar e oferecer a Deus suas dores; participava diariamente da Santa Missa e trabalhava para um patrão injusto e impaciente.

Santo Isidoro: um homem fiel, de perdão, que numa tremenda enfermidade não se revoltou, consumiu-se por amor a Deus. Morreu aos 60 anos.

Santo Isidoro, rogai por nós!

Implantação do Terço dos Homens Mãe Rainha na Capela de São Pedro no Conjunto Liberdade I - Mossoró-RN



Na ultima quarta-feira na Capela de São Pedro no Conjunto Liberdade I em Mossoró-RN foi implantado mais um grupo do Terço dos Homens Mãe Rainha, com muita a alegria, os homens da comunidade atendendo ao convite de Nossa Senhora "rezai o terço todos os dias" passaram a se reunir todas as quartas sempre as 19:30h para meditarem os mistérios de nossa redenção, agradecer a Jesus e a Maria pelo o dom da vida, pela providência divina e pedir iluminação, fortalecimento da fé e principalmente luz para caminhar sempre dentro do caminho que o senhor preparou para cada um.
Que Mãe Rainha que trás o seu filho Jesus nos braços seja presença constante na vida de cada um e de suas famílias.
Coordenação Diocesana.

Evangelho (João 15,9-17)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 9Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor. 10Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor.
11E eu vos disse isto, para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena. 12Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. 13Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. 15Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor. Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai.
16Não fostes vós que me es­colhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. O que então pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá. 17Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Onde está o amor está Deus

Dentro do tema da permanência no amor de Jesus, no Evangelho de João, reencontramos o mandamento do amor. "Amai-vos uns aos outros como vos amei". Jesus proclama uma novidade absoluta para o mundo judeu e para os demais povos. A novidade é a revelação, em Jesus, do amor misericordioso de Deus para conosco, sem limites e sem exclusões, e o convite à nossa participação neste amor. É a revelação de que Deus é amor, e onde está o amor está Deus. Jesus, ao dar-nos a conhecer o Pai, se faz nosso amigo, não por uma escolha restrita, mas por um acolhimento universal. Pela nossa comunhão em seu amor nos concede a filiação divina e a vida eterna. Todo amor vem de Deus, e quem permanece no amor, permanece em Deus.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: São Matias

Nós estamos em festa com toda a Igreja, pois lembramos a santidade de vida de um escolhido do Espírito Santo para o grupo dos apóstolos. São Matias era um discípulo que acompanhou Jesus no tempo de Seu apostolado e foi tão fiel na vivência dos ensinamentos do Mestre, que tornou-se testemunha de Sua ressurreição.

No livro dos Atos dos Apóstolos, estão registrados os fatos que levaram à escolha de um discípulo que ocupasse o lugar deixado por Judas, o traidor:

"...é preciso, pois, que um dentre eles se torne conosco testemunha de sua ressurreição. Apresentaram então dois homens: José chamado Barsabás, que tinha o apelido de Justo, e Matias" (Atos 1,22-23).

São Matias recebeu em Pentecostes a efusão do Espírito Santo, e tornou-se um apóstolo ardoroso como os demais, testemunha do Ressuscitado. Evangelizou na Palestina e na Ásia Menor, e morreu mártir por apedrejamento.

São Matias, rogai por nós!

C H A M A D O

A comunidade da Capela de Santo Antonio convida a todos os homens para a implantação do Terço dos Homens Mãe Rainha que acontecerá no proximo dia 14 de Maio de 2010 às 19:30h. Não perca esta oportunidade de confirmar e agradecer a Jesus em Maria todo o seu amor e gratidão por tudo que você tem, por sua vida, sua saúde, sua família enfim por todas as coisas que a providencia divida realizou e realizará na sua vida e da sua família. Esperamos vocês homens sexta-feira às 19:30h. Venha ser mas uma conta no terço de Nossa Senhora. Amém.
Que o amor de Jesus e o manto de nossa querida Mãe e Rainha nos conduza pelo caminho da PAZ, do AMOR e da SABEDORIA DA FÉ.

Evangelho (João 16,16-20)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 16“Pouco tempo ainda, e já não me vereis. E outra vez pouco tempo, e me vereis de novo”. 17Alguns dos seus discípulos disseram então entre si: “O que significa o que ele nos está dizendo: ‘Pouco tempo, e não me vereis, e outra vez pouco tempo, e me vereis de novo’, e: ‘Eu vou para junto do Pai?’”.
18Diziam, pois: “O que significa este pouco tempo? Não entendemos o que ele quer dizer”. 19Jesus compreendeu que eles queriam interrogá-lo; então disse-lhes: ‘Estais discutindo entre vós porque eu disse: ‘Pouco tempo e já não me vereis, e outra vez pouco tempo e me vereis?’
20Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

"Se alguém me ama, guardará minha palavra"

A última ceia é marcada pela despedida. Não uma despedida de separação definitiva, mas uma breve despedida. Breve, porque a ausência para os sentidos será sucedida pela presença no coração, no sentimento, na fé. "Um pouco de tempo e não mais me vereis, e mais um pouco, e me vereis de novo" é repetido três vezes. Novamente é mencionada a dificuldade dos discípulos em entenderem. Jesus já lhes falara sobre o "estar" com eles, o "ir" para o Pai e o "vir" a eles. Nas primeiras pregações, entre os cristãos, falava-se em uma outra "volta" de Jesus ao mundo, a Parusia. O Evangelho de João, contudo, afirma a continuidade da presença de Jesus entre os discípulos.
"Compreendereis que estou em meu Pai e vós em mim e eu em vós [.]; se alguém me ama, guardará minha palavra, e o meu Pai o amará e a ele viremos e nele estabeleceremos morada" (14,20.23). É a presença real de Jesus na comunidade e no próximo a ser amado.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: Nossa Senhora de Fátima

Segundo as memórias da Irmã Lúcia, podemos dividir a mensagem de Fátima em 3 ciclos: Angélico, Mariano e Cordimariano.

O ciclo Angélico se deu em 3 momentos: quando o anjo se apresentou como o Anjo da Paz, depois o Anjo de Portugal e por fim o Anjo da Eucaristia.

Depois das aparições do anjo, no dia 13 de maio de 1917, começa o ciclo Mariano, quando aquela que se apresentou mais brilhante do que o sol a 3 crianças: Lúcia, 10 anos, modelo de obediência e seus primos Francisco, 9, modelo de adoração e Jacinta, 7, modelo de acolhimento.

Na Cova da Iria aconteceram 6 aparições de Nossa Senhora do Rosário. A sexta, sendo somente para a Irmã Lúcia, assim como aquelas que ocorreram na Espanha, compondo o Ciclo Cordimariano.

Em agosto, devido às perseguições que os Pastorinhos estavam a sofrer por causa da mensagem de Fátima, a Virgem do Rosário não pôde aparecer para eles na Cova da Iria. No dia 19 de agosto ela aparece a eles então no Valinhos.

Algumas características em todos os ciclos: o mistério da Santíssima Trindade, a reparação, a oração, a oração do santo Rosário, a conversão, a consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria.

Enfim, através dos Pastorinhos, a Virgem de Fátima nos convoca à vivência do Evangelho, centralizado no mistério da Eucaristia. A mensagem de Fátima está a serviço da Boa Nova de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A Virgem Maria nos convida para vivermos a graça e a misericórdia.

A mensagem de Fátima é para o mundo, por isso, lá é o Altar do Mundo.

Expressão do Coração Imaculado de Maria que no fim irá triunfar é a jaculatória ensinada por Lúcia:
"Ó Meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do Inferno, levai as almas todas para o Céu; socorrei principalmente as que mais precisarem!"

Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

Evangelho (João 16,12-15)



— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 12“Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora. 13Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos anunciará.
14Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. 15Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse que o que ele receberá e vos anunciará, é meu”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Musicas Catolicas

Comentário do Evangelho

Comunidades missionárias

Após cerca de três anos de convivência com Jesus, os discípulos ainda não compreendiam o sentido de sua vida. A ideologia tradicional do Judaísmo, com seu messianismo glorioso, estava bastante radicada em suas mentes. A prática libertadora e vivificante de Jesus deixava-os perplexos. Prestes a ter sua missão encerrada pela violência mortal do sinédrio, Jesus vê que a ocasião não favorece muitos novos esclarecimentos. Mas o essencial é dito: o anúncio da vinda do Espírito da Verdade, que orientará os discípulos. Há uma perfeita comunhão entre Jesus, o Pai e o Espírito, sendo o ensinamento deste uma continuidade do ensinamento de Jesus. Os discípulos de Jesus, formando comunidades missionárias, vivem um conflito com um mundo sob o controle desumano do mercado e do lucro. Os donos do mercado e do lucro constituem um poder que, por um lado, seduz os fracos e, por outro, destrói pela violência ou pela guerra aqueles que querem resistir a seu poder. Porém, a presença do Espírito reforça nestas comunidades a esperança. Com sua presença, ainda, o Espírito ilumina-as na verdade, atualizando sua compreensão do contexto histórico em que vivem, e inspira-as na prática do amor transformador e vivificante.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: Nereu, Aquiles e Pancrácio

Celebramos a santidade de vida de três mártires da fé, que causaram grande impacto no cristianismo, já que deram sua vida por amor ao Cristo: Nereu, Aquiles e Pancrácio.

Nereu e Aquiles viveram no século III e foram severamente torturados, morreram durante a perseguição militar, com a qual deu início a era de Diocleciano. Uma das marcantes representações de martírio, é a gravura de Santo Aquiles atingido pelo verdugo.

Sobre Pancrácio, sabemos que herdou dos pais a fé, coragem e admiração do imperador; agora ao tornar-se órfão teve que morar com um santo tio chamado Dionísio, que morreu mártir antes do sobrinho. Diante da perseguição promovida pelo imperador, Pancrácio, que era muito jovem, começou a ver pessoas testemunhando Jesus até o sangue, como o seu tio e amigo.

Persuadido pelo próprio imperador, que recordava o amor aos pais, São Pancrácio manteve fiel a Jesus, mesmo diante das promessas e ameaças de morte.

Portanto, com apenas 15 anos, São Pancrácio soube dizer ‘não’ ao poder opressor e ‘sim’ à Vida Eterna, na qual entrou depois de ser decapitado, ou seja, martirizado com Nereu e Aquiles.

Santos Nereu, Aquiles e Pancrácio, rogais por nós!

Evangelho (João 16,5-11)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 5“Agora, parto para aquele que me enviou, e nenhum de vós me pergunta: ‘Para onde vais?’ 6Mas, porque vos disse isto, a tristeza encheu os vossos corações. 7No entanto, eu vos digo a verdade: É bom para vós que eu parta; se eu não for, não virá até vós o Defensor; mas, se eu me for, eu vo-lo mandarei. 8E quando vier, ele demonstrará ao mundo em que consistem o pecado, a justiça e o julgamento: 9o pecado, porque não acreditaram em mim; 10a justiça, porque vou para o Pai, de modo que não mais me vereis; 11e o julgamento, porque o chefe deste mundo já está condenado”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

A ação do Espírito

Durante esta sua fala de despedida, Jesus já fizera referência ao Espírito Santo, Defensor, que ensinará tudo aos discípulos (Jo 14,26). Agora anuncia sua partida, e os discípulos entristecem-se. Mas é bom que Jesus vá. Isto porque, a partir de então, os próprios discípulos, unidos ao Espírito enviado pelo Pai, passam a ser os protagonistas da missão libertadora e vivificante. O Espírito, que já estava presente em Jesus, é colocado em destaque a partir da ocultação do Jesus visível e sensível. O Espírito é uma presença tão forte entre nós como o era a presença de Jesus no momento histórico de seu ministério. O Espírito Santo atualiza a presença de Jesus na comunidade dos discípulos. Contudo, a ação do Espírito se faz em união a quem é dócil às suas inspirações. Então os discípulos são investidos com a missão de questionar o mundo quanto ao pecado, quanto à justiça e quanto ao julgamento. A missão dos discípulos consiste em denunciar as estruturas de pecado e morte em vigor, anunciar e testemunhar o Reino de justiça e afirmar a inexorável vitória da vida sobre a morte.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: Santa Maria Bertilla Boscardin

Hoje, lembramos a vida de santidade de Santa Maria Bertilla, que nasceu em Vicenza, na Itália, em 1888, numa família de camponeses. Quando jovem serviu a Igreja como catequista de crianças.

Chamada por Deus, entrou para as Irmãs Dorotéias dos Sagrados Corações. Na sua comunidade ocupou trabalhos de limpeza, lavanderia, cozinha e outros, que foram instrumentos de santidade para si e aos outros, já que assumiu tudo com amor.

Formada como enfermeira, pôde colocar em ação a sua caridade, uma vez que teve que enfrentar a Primeira Guerra Mundial. Transferida para perto de Milão, Santa Maria voltou para seus trabalhos em Vêneto, onde viveu para os outros e glorificando a Deus, até pegar uma doença e da misericórdia do Senhor recebeu a recompensa da Glória, isto com apenas 34 anos.

Santa Maria Bertilla Boscardin, rogai por nós!

Grupo do Terço dos Homens Mãe - Rainha Caraúbas/RN


________________________________________________________________

Evangelho (João 15,26–16,4a)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15,26“Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim.
27E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. 16,1Eu vos disse estas coisas para que a vossa fé não seja abalada. 2Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus. 3Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. 4aEu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

As comunidades que dão testemunho de Jesus são sinal de contradição

Os discursos de Jesus após a última ceia, no Evangelho de João, apresentam uma tensão. De um lado está a paz dada por Jesus, a união de amor com ele e com o Pai e a participação na vida eterna oferecida aos discípulos. De outro lado está o ódio dos poderosos do mundo, as
perseguições e a morte iminentes. É o confronto entre a vida e a morte, que também permeará as narrativas da vida de Jesus nos Evangelhos sinóticos. Nesta dinâmica de vida e morte, estará presente o Defensor (Parakletos). Seu testemunho será dado através dos próprios discípulos, que permanecem em Jesus. A menção à expulsão das sinagogas liga-se ao contexto da década de 90. O Judaísmo, após a destruição do Templo no ano 70, procurava reencontrar sua rígida identidade nas estritas observâncias legais. Os judeo-cristãos que não entraram neste esquema foram expulsos das sinagogas e perseguidos. As comunidades que dão testemunho de Jesus são sinal de contradição. Testemunhar a luz do Espírito da Verdade choca aqueles que, nas trevas da mentira, fazem seus injustos projetos de dominação e acumulação de dinheiro.

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: Santo Antonino

Neste dia, lembramos um grande santo que nasceu na Itália, no ano de 1389, cujo nome de batismo era Antônio e, que ficou conhecido como Antonino, devido a sua estatura. Pertencente a uma família nobre, Antonino caminhou para os estudos de Direito, mas devido ao forte chamado do Senhor, tomou a decisão de ser religioso.

Encontrou certa dificuldade para ingressar nos Dominicanos, mas com humildade e perseverança superou as barreiras e expectativas, pois por sua radicalidade na vivência do Evangelho, tornou-se um exemplo como religioso. Obediente à regra e perseverante, começou a ocupar grandes responsabilidades de serviço, chegando a Superior.

Convocado pelo Papa, Antonino, o pequeno gigante, foi chamado para ser bispo e logo arcebispo de Florença. Cheio do Espírito Santo, trabalhou com prudência e energia contra tudo o que atrapalhava as famílias e, por isso sofreu muito, mas por uma causa justa, ou seja, para levar a muitos para Deus. Entrou na Igreja triunfante com 70 anos.

Santo Antonino, rogai por nós!

Evangelho (João 14,23-29)


— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós!
— Evangelho de Jesus Cristo, + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 23“Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada. 24Quem não me ama, não guarda a minha palavra. E a palavra que escutais não é minha, mas do Pai que me enviou.
25Isso é o que vos disse enquanto estava convosco. 26Mas o Defensor, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito.
27Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; mas não a dou como o mundo. Não se perturbe nem se intimide o vosso coração.
28Ouvistes o que eu vos disse: ‘Vou, mas voltarei a vós’. Se me amásseis, ficaríeis alegres porque vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu.
29Disse-vos isso, agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

A paz de Jesus brota da justiça

Guardar as palavras de Jesus é seguir o caminho aberto por ele, ao longo do qual se dá o encontro com o Pai na vivência da partilha, da fraternidade e da solidariedade com os excluídos e oprimidos, em comunhão de amor eterno. Abre-se assim, no coração do discípulo, o espaço para Jesus preparar sua morada, junto com o Pai. Aquele que se
despoja para entregar-se ao serviço de seus irmãos é mergulhado no amor. E este amor é a essência de Deus, Pai, Filho e Espírito. O Defensor (Parakletos), Espírito Santo, ilumina e move a comunidade de fé. Ilumina trazendo a presença de Jesus e esclarecendo suas palavras. Move conduzindo a comunidade à ação missionária e ao testemunho do amor de Jesus. A comunidade, envolvida na paz de Jesus, vai levar a paz ao mundo, em meio às
turbulências (primeira leitura) das injustiças e opressões. A paz de Jesus brota da justiça. Pela justiça a vida floresce, as crianças sorriem, homens e mulheres confraternizam-se na alegria, e anciãos tudo contemplam, em
paz e felizes (segunda leitura).

José Raimundo Oliva

A igreja celebra hoje: São Máximo

Com grande alegria, lembramos São Máximo, bispo de Jerusalém, que entrou para o Martirológio Romano por causa de sua vida de amor a Deus e ao próximo de modo heróico, isto até entrar na glória no ano de 350.

Homem forte, de oração, e responsável no zelo pastoral, São Máximo, pertencente ao clero, já sabia com coragem e sabedoria enfrentar todos os perseguidores romanos. Aconteceu que no seu tempo, começou uma grande perseguição aos cristãos, por isso como modelo e pastor do rebanho foi perseguido, preso, processado e torturado, a ponto de arrancarem-lhe o olho direito e mutilarem-lhe o pé esquerdo, mas nada disso o fez recuar na fé e na fidelidade a Cristo e à Sua Igreja.

Depois da perseguição voltou para Jerusalém e fora aclamado bispo. Desta forma, São Máximo deu seu "máximo" para viver o Evangelho mesmo diante da arrogância dos governantes e hereges que sempre queriam atrapalhar a vida de Igreja de Cristo que é Santa, Una, Católica, Apostólica em suas notas e perseguida em sua história peregrina.

São Máximo, rogai por nós!