Painel informativo.

- TRÊS VEZES ADMIRÁVEL pela grandeza de sua posição junto à Trindade, como filha predileta do Pai, Mãe do Filho e Esposa do Espírito Santo. Também por ser Mãe de Deus, Mãe do Redentor e Mãe dos Remidos.'

MISTERIOS DE

O Santo Rosário compreende a meditação dos vinte mistérios da Fé Católica, divididos em quatro grupos de cinco mistérios - denominados Terço - e nos leva diariamente ao estudo e meditação profunda da Palavra Sagrada da Bíblia e das passagens mais importantes do Evangelho. Aos mistérios originais, recentemente o Papa João Paulo II instituiu novas meditações, sendo que os mistérios do Santo Rosário são:
Mistérios Gozosos - Natalidade e crescimento de Jesus
Mistérios Dolorosos - Agonia, sofrimento e morte: Amor aos pecadores
Mistérios Gloriosos - Vitória, Salvação, Proteção
Mistérios Luminosos - A humildade, os milagres e o eterno Amor

VOCÊ É ESPECIAL!

Pesquisar neste blog

ORAÇÃO OFICIAL DO TERÇO DOS HOMENS MÃE RAINHA





Evangelho (João 16,23b-28)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 23b“Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vo-la dará. 24Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis; para que a vossa alegria seja completa. 25Disse-vos estas coisas em linguagem figurativa. Vem a hora em que não vos falarei mais em figuras, mas claramente vos falarei do Pai. 26Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que vou pedir ao Pai por vós, 27pois o próprio Pai vos ama, porque vós me amastes e acreditastes que eu vim da parte de Deus. 28Eu saí do Pai e vim ao mundo; e novamente parto do mundo e vou para o Pai”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

O pedir e a ação de graças

A oração comporta o contemplar e o louvar a Deus, o pedir e a ação de graças. Ação de graças são os atos de amor ao próximo, praticados graciosamente. Pedir em nome de Jesus significa pedir em união de vontade com ele. Pedir tudo o que é necessário para a realização da vontade do Pai. O convite ao pedir, dirigido aos discípulos, dá-lhes responsabilidade e integra-os no dinamismo da missão. Com a iniciativa do pedir, o discípulo integra-se no plano libertador e vivificante de Deus. E com a certeza do atendimento de seu pedido pelo Pai, fortalece sua esperança e perseverança na luta, em completa alegria. Jesus falará com clareza, aos discípulos, através do Espírito da Verdade, que enviará. Completa-se a sua missão: ele saiu do Pai, veio ao mundo e, agora, deixa o mundo e vai para o Pai. Quem está em união com Jesus e, nele, com o Pai, participa de uma só vontade. O seu pedir é a realização da vontade do Pai. Em união com Jesus, vive-se o amor na comunidade, a oração e a missão de servir os pobres em suas necessidades e seus direitos.

A igreja celebra hoje: São Juliano

Mártir
Era casado e tinha um hospedaria. Nela, ela partilhava a vida eterna que tinha em seu coração.Esposo fiel que amou a família e os necessitados.No ano de 305 o Imperador Diocleciano começou a perseguição contra os cristãos. Juliano começou então, a acolher em sua hospedaria os cristãos perseguidos.Alguns homens denunciaram Juliano. Ele foi arrancado de casa e levado ao tribunal. Por não renunciar a fé em Cristo, foi condenado e decapitado. Hoje, ele vive com Cristo na Glória.Continuamos em tempos de perseguição. Veladas em alguns lugares, em outros bem visíveis.Que o santo de hoje possa interceder para que o Espirito Santo nos ajude a sermos ousados em nosso testemunho. Sem medo da morte e das perseguições, certos de que a nossa recompensa se encontra no céu.
São Juliano, rogai por nós!

Evangelho (João 16,20-23a)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20“Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria. 21A mulher, quando deve dar à luz, fica angustiada porque chegou a sua hora; mas, depois que a criança nasceu, ela já não se lembra dos sofrimentos, por causa da alegria de um homem ter vindo ao mundo. 22Também vós agora sentis tristeza, mas eu hei de ver-vos novamente e o vosso coração se alegrará, e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria. 23aNaquele dia, não me perguntareis mais nada”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Alegria que supera a tristeza

Nesta seqüência da fala de Jesus sobre sua ida ao Pai, permanecendo, contudo, junto dos discípulos, o tema é a alegria que supera a tristeza. O ministério de Jesus é inaugurado na alegria, em Caná da Galiléia. Alegria das bodas, com o vinho de Jesus. Agora, com sua partida, não cessará esta alegria, mesmo que passem por momentos de tristeza. As mulheres que têm a experiência de dar à luz uma criança conhecem a supremacia da alegria sobre a tristeza passageira. Enganado, o mundo, submetido aos chefes do poder que matam para se manter, alegrar-se-á com a aparente ausência de Jesus. Porém, os discípulos e todos os que forem libertos deste poder alegrar-se-ão com a nova presença de Jesus entre eles. E ninguém lhes poderá tirar sua alegria. É a vida que supera a morte e é assumida na eternidade. "Aquele dia" é o dia da glória do Pai pelo pleno cumprimento da missão de Jesus. É o dia do dom do Espírito, que revelará aos discípulos a permanência de Jesus entre eles, após sua morte de cruz. Então, o próprio Espírito instruirá os discípulos e os unirá, pelo amor, nas comunidades e no anúncio de Jesus ao mundo.

A igreja celebra hoje: Santa Rita de Cássia

Neste dia celebramos a vida santa da esposa, mãe, viúva e depois religiosa: Santa Rita de Cássia que tornou-se popular pela sua intercessão em casos impossíveis. Nascida em 1381 de uma pobre família que muito bem comunicou-lhe a riqueza que é viver o Evangelho. Desde pequena manifestava sua grande devoção a Nossa Senhora, confiança na intercessão de São João Batista e de Santo Agostinho. No coração de Santa Rita crescia o desejo da vida religiosa porém foi casada pelos pais com Paulo Ferdinando que de início aparentava de boa índole, porém começou a se mostrar grosseiro, violento e fanfarrão. Santa Rita de Cássia grande intercessora sofreu muito com o esposo, até que foi assassinado e acabou gerando nos dois filhos gêmeos grande revolta e vontade de vingança. Santa Rita de Cássia se entregava constantemente a oração, e ao testemunho de caridade, tanto que perdoou o esposo e assassinos, mas infelizmente perdeu cedo os filhos. Como viúva conseguiu a graça de entrar na vida religiosa, chagada, e em meio a novas situações humanamente impossíveis, conseguiu superar com a graça de Deus todos os desafios pela santidade.

Santa Rita de Cássia...rogai por nós!


Evangelho (João 16,16-20)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 16“Pouco tempo ainda, e já não me vereis. E outra vez pouco tempo, e me vereis de novo”. 17Alguns dos seus discípulos disseram então entre si: “O que significa o que ele nos está dizendo: ‘Pouco tempo, e não me vereis, e outra vez pouco tempo, e me vereis de novo’, e: ‘Eu vou para junto do Pai?’”.18Diziam, pois: “O que significa este pouco tempo? Não entendemos o que ele quer dizer”. 19Jesus compreendeu que eles queriam interrogá-lo; então disse-lhes: ‘Estais discutindo entre vós porque eu disse: ‘Pouco tempo e já não me vereis, e outra vez pouco tempo e me vereis?’20Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Alegria de participar da glória de Jesus

Em seqüência ao anúncio de sua partida, Jesus confirma a continuidade de sua presença entre os discípulos com o sugestivo jogo de palavras sobre o pouco tempo que resta para não mais vê-lo e mais um pouco em que será visto de novo. A dinâmica do dom da vida eterna, em João, segue a seguinte trajetória: a Palavra, o Filho, que estava em Deus se faz carne e habita entre nós; é glorificado em sua missão vivificante e libertadora, comunicando a vida eterna, como enviado do Pai; e volta ao Pai. Ao contrário dos sinóticos, João não fala de uma outra "volta" de Jesus ao mundo, mas sim no "permanecer nele". Serão os discípulos que o verão de novo, agora glorificado pelo Pai. O verão dentro de um pouco mais de tempo, ao permanecerem nele, e ele e o Pai nos discípulos. O permanecer em Jesus, unidos em comunidade e fazendo a vontade do Pai, significa, já, a alegria de participar da glória de Jesus, em comunhão de vida eterna com o Pai

A igreja celebra hoje: Santo André Bóbola

O santo deste dia foi conhecido como caçador de almas, pois toda sua vida transformou-se num combate da fé para levar a todos para a Salvação. Santo André Bóbola, polonês, obedeceu à voz do Senhor e tornou-se sacerdote Jesuíta com grande habilidade para educar a juventude.Destacou-se André pela pregação que levava a muitos para Deus e, vários hereges voltavam para a ortodoxia da fé. Aconteceu que começaram rivalidades entre a Rússia e Polônia, por isso soldados cossacos invadiram a Polônia e assim os cismáticos que odiavam o trabalho de Santo André promoveram sua prisão por parte destes violentos soldados. Ele foi preso e sofreu tanto, que somente pela consolação do Espírito conseguiu olhar para o Céu, rezar pelos algozes e chamá-los a conversão. Mártir da nossa fé, Santo André Bóbola entrou no Céu em 1657 e, a partir daí, continuou intercessor, logo caçador de almas.
Santo André Bóbola, rogai por nós!

Evangelho (João 16,12-15)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 12“Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora. 13Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos anunciará. 14Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. 15Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse que o que ele receberá e vos anunciará, é meu”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

O Espírito ensinará toda a verdade

Neste seu discurso de revelação, na última ceia, Jesus destaca a ação iluminadora do Espírito Santo. Tanto o Evangelho de João como os sinóticos, Marcos, Mateus e Lucas, registram a dificuldade dos discípulos em entender toda a profundidade do anúncio de Jesus. Depois da sua crucifixão, foram lentos também em perceber a ressurreição e a continuidade da presença de Jesus entre eles. Será o Espírito da Verdade, enviado por Jesus e pelo Pai, que os ajudará a compreender toda a verdade. O Espírito anunciará o que é do Pai e do Filho. Os discípulos, confirmados por este anúncio, serão testemunhas de Jesus e o glorificarão. É o anúncio da Verdade que continua a ser revelada ao longo dos séculos, em todas as gerações. Erros históricos vão sendo revistos e as influências das ideologias do poder, sobre a fé, estão sendo esvaziadas. As mentiras dos poderosos deste mundo são denunciadas e as esperanças dos povos pela vida e pela paz, fortalecidas. Ao longo dos séculos, o Espírito ilumina e revigora os bem-aventurados, pobres, mansos, pacíficos, misericordiosos, espoliados, comprometidos, que lutam pela justiça na construção do Céu e terra louvem mundo novo

A igreja celebra hoje: São Bernardino de Sena

Comemoramos um santo europeu conhecido como um grande pregador italiano deste século, São Bernardino de Sena. Nasceu em Massa Marítima no ano de 1380. Ao ficar órfão de pai e mãe foi morar com tias que souberam comunicar-lhe a graça da vida de oração e amor a Nossa Senhora. Quando completou a idade necessária Bernardino entrou para a família franciscana onde tornou-se sacerdote e vigário-geral do movimento conhecido por Observância, que tinha propósitos mais radicais para a vida franciscana. O motivo de ter sido conhecido em toda a península italiana e na Igreja foi devido seu dom de pregar, que arrastava a muitos para Deus. São Bernardino de Sena tornou pacificador das guerras entre as cidades-estados; contestador da política que feria a caridade e grande promotor da devoção ao Santo nome de Jesus, por isto trazia em mãos uma pequena tábua com as iniciais IHS (Jesus Salvador do Homem). Viveu o que pregou e pregou o que viveu, até entrar na Igreja Triunfante com 64 anos de idade.

São Bernardino de Sena, rogai por nós!

Evangelho (João 16,5-11)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 5“Agora, parto para aquele que me enviou, e nenhum de vós me pergunta: ‘Para onde vais?’ 6Mas, porque vos disse isto, a tristeza encheu os vossos corações. 7No entanto, eu vos digo a verdade: É bom para vós que eu parta; se eu não for, não virá até vós o Defensor; mas, se eu me for, eu vo-lo mandarei. 8E quando vier, ele demonstrará ao mundo em que consistem o pecado, a justiça e o julgamento: 9o pecado, porque não acreditaram em mim; 10a justiça, porque vou para o Pai, de modo que não mais me vereis; 11e o julgamento, porque o chefe deste mundo já está condenado”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

O Espírito Santo atualiza a presença de Jesus

João é o único evangelista a referir-se ao Espírito Santo como o Paráclito (Parakletos), também traduzido por Defensor, Consolador, Advogado. Tendo já mencionado várias vezes o dom do Espírito Santo, agora Jesus retoma o anúncio de sua partida, detendo-se mais na missão do Espírito que será enviado. É bom que Jesus vá, porque o Defensor, o Espírito Santo, enviado aos discípulos unidos em comunidade, dará continuidade histórica ao ministério de Jesus, restaurador da vida. Agora, os próprios discípulos, unidos ao Espírito, são os protagonistas da missão libertadora e vivificante. O Espírito, que já estava presente em Jesus, é colocado em destaque a partir da ocultação do Jesus visível e sensível. O Espírito é uma presença tão forte entre nós como era a presença de Jesus no momento histórico de seu ministério. O Espírito Santo atualiza a presença dele na comunidade dos discípulos. A ação do Espírito é reconhecida, pela fé, em todo ato de amor que remove a injustiça, promove a vida e constrói a comunhão e a paz.

A igreja celebra hoje: Santo Ivo

Nasceu em Bretanha, região administrativa do oeste da França, em 1253. Ivo recebeu uma ótima formação, formando-se em Filosofia, Teologia, Direito Eclesiástico e Civil.Um santo advogado, juiz e sacerdote.Partiu para o céu com apenas 50 anos, mas deixou um testemunho muito forte, reconhecido como 'advogado dos pobres'.Santo Ivo inclinou seu coração na presença de Deus, na buscou da verdade, da misericórdia, justiça e do amor.O santo de hoje diz à família Forense e a todos nós que, viver o amor e a justiça é possível em Cristo Jesus.
Santo Ivo, rogai por nós!

Evangelho (João 15,26–16,4a)



— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15,26“Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim. 27E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. 16,1Eu vos disse estas coisas para que a vossa fé não seja abalada. 2Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus. 3Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. 4aEu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

O Espírito Santo iluminará os discípulos

Após a ceia e o lava-pés, Jesus, repetidamente, anuncia aos discípulos o dom do Espírito Santo, Paráclito (Defensor), Espírito da Verdade. O Espírito iluminará os discípulos sobre o sentido da missão de Jesus e os moverá em continuidade a esta missão. Contudo, a missão de testemunhar Jesus no mundo, além das alegrias que proporciona, supõe perseguições e tribulações. Jesus adverte os discípulos para que compreendam que o empenho pela vida se faz em confronto com as forças da morte. A menção à expulsão da sinagoga (cf. 9,34-35) exprime o contexto em que o Evangelho de João foi escrito, no início da década de 90. O judaísmo, em busca de identidade após a destruição do templo no ano 70, tornou-se mais rígido em relação às observâncias legais religiosas. Os cristão-judeos que não entraram neste esquema foram expulsos das sinagogas, até então freqüentadas por eles. A autenticidade e a fidelidade a Jesus geram a vida e são perseverantes diante das intimidações e seduções dos poderosos, que, muitas vezes, pretendem agir em nome de Deus.

A igreja celebra hoje: São João I

Neste dia, lembramos um grande Papa que marcou a história da Igreja, embora tenha ficado no seu pastoreio por apenas trinta meses. São João I depois de pertencer ao clero Romano foi escolhido pelo Espírito Santo como Papa da Igreja de Cristo. Este Santo Papa deixou marcos na Igreja, como o início do calendário cristão, com base em estudos de Dionísio; o cantochão e outros passos que demonstração vida de ação-contemplativa. Aconteceu que acabou se envolvendo em choques com o monarca Teodorico, que foi provocado por Justino I no Oriente.Preso por Teodorico, foi lançado num calabouço e lá ficou até morrer, isto em 526. São João I deu seu sangue e assim pôde ser venerado todos no Céu e terra.
São João I, rogai por nós!

Evangelho (João 15,9-17) - 6º Domingo da Páscoa

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós!
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 9“Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor. 10Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor. 11Eu vos disse isso, para que minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena. 12Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. 13Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos. 14Vós sois meus amigos, se fizerdes o que vos mando. 15Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor. Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai. 16Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. O que então pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá. 17Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

Deus é amor
O Evangelho de João abre janelas para a contemplação do mistério da encarnação do Verbo, através das palavras de Jesus, desabrochadas e vividas em suas comunidades. Somos estimulados a permanecer no amor de Jesus. Compreendemos que o amor dele por nós é o mesmo amor do Pai por ele. A fonte do amor é o amor entre o Pai e o Filho. É o amor apropriado ao Espírito Santo. Permanecer no amor de Jesus é entrar em comunhão com esta dinâmica de amor e vida entre o Pai e o Filho, inserindo-se na comunidade de discípulos. É irradiar envolvendo a outros, ampliando a comunidade de amor e prolongando-a no tempo. Jesus permanece no amor do Pai, e isto significa que ele observa e cumpre o que o Pai mandou. Não se trata de uma obediência cega, de um inferior a um superior, mas de uma união amorosa de vontades. O amor vivido em nossas comunidades é fruto da nossa permanência em Jesus. Este amor, que é o amor de Jesus, é transbordante. As comunidades, em sua missão, comunicam este amor ao mundo, gerando vida e alegria. Na primeira leitura, vemos como o Espírito Santo de amor desconheceu as fronteiras do judaísmo e infundiu-se no coração dos pagãos na Samaria. Pedro, pioneiro apóstolo dos gentios, dá testemunho de que o Deus de amor não faz discriminação entre as pessoas. "Pelo contrário, ele aceita quem o teme e pratica a justiça, qualquer que seja a nação a que pertença." A Primeira Carta de João (segunda leitura) é um exuberante hino ao amor. Nos seus cinco capítulos, ele usa cinqüenta e duas vezes as palavras amar ou amor. Deus é amor. Esta é a realidade de Deus, revelada por Jesus aos discípulos e às multidões, em sua vida e em seus atos. Se Deus é todo-poderoso na criação do universo, ele é todo amor em sua relação com seus filhos, homens e mulheres, em todos os tempos e em todos os povos.

A igreja celebra hoje: São Pascoal Bailão

Nasceu na Espanha no ano de 1540. Seus pais, muitos religiosos, colocaram nele esse nome por seu nascimento ser no domingo de Páscoa.Pascoal viveu seus 52 anos centrados no mistério da Eucaristia. Um santo conhecido por suas obras e sua paixão a Jesus Sacramentado.Trabalhou cuidando dos rebanhos, não tenho oportunidade de estudar tão cedo. Tinha o desejo de conhecer a verdade, e quanto mais aprendia a ler, mais lia o santo Evangelho. E mais que ler, colocava em prática na vida.Chamado a vida religioso, foi para Valença. Renunciou a tudo para seguir a Cristo dentro da família Franciscana. E ali, buscava fazer os trabalhos mais simples. Homem de profunda adoração a Jesus Sacramentado. Entre a Espanha e a França existiam povos que combatiam os cristãos. Ele foi enviado para levar uma carta para a França. E aceitou. Desejando ser mártir da obediência.Tinha grande amor à Santíssima Virgem.Com 52 anos, depois de uma enfermidade, no dia de Pentecostes, ele cheio do Espírito partiu para a glória.São Pascoal Bailão, rogai por nós!